quarta-feira, 10 de abril de 2013

Capitulo 3


(…)
- Bem me parecia que tínhamos vizinhos novos. - Ouviu-se uma voz dizer.
- Vizinhas, queres tu dizer. - Ouviu-se outra.
- E boas. - E outra.
- Fogo, oh Harry, só pensas nisso. - E mais outra.
- O que é que estão aí a fazer? - E mais outra, mas mais abafada.
Parámos a brincadeira.
- Ouviste o mesmo que eu? - Perguntou a Emma.
Abanei a cabeça, afirmativamente.
Saímos da piscina e fomos para ao pé da vedação.
Eu subi primeiro, só que, nesse momento, alguém subia também, o que me assustou e fez cair para trás.
Não sei o que me aconteceu depois, acho que perdi os sentidos, ou assim, porque acordei no sofá, com pessoas á minha volta.
- Ufa! Estava a ver que tinha de te levar ao hóspital. - Disse uma dessas pessoas.
A minha visão estava a ficar mais nitida...
- Oh my God! - Gritei, quando reparei quem eram.
- Calma, está tudo bem! - Disse o...
- Zayn?!
- Sim, é o meu nome. Despacha-te, Emma. Ela já acordou.
Oh my God, a Emma.
- Emma! - Chamei-a.
Ela apareceu, segundos depois.
- Pronto, eu estou aqui.
- O que é que aconteceu? - Perguntei.
- Bem, tu caiste da vedação, depois o Zayn saltou-a para vir ver como estavas, pegou-te ao colo e trousse-te para dentro.
Olhei para ele. Ele sorriu-me. desviei o olhar, envergonhada.
- E os outros?
- Nós viemos pela porta, não te preocupes. - Disse o de blusa às riscas, que pôs toda a gente a rir. - Já agora, sou o Louis.
- Liam! - disse o de blusa branca.
- Harry! - O de cabelo aos caracois.
- E eu sou o Nial! - O lourinho.
- E a mim já conheces. - Disse o Zayn.
- Muito prazer...
- Prazer é na cama, querida. - Disse o Harry.
Rimo-nos todos.
- Adiante. Sou a Catelyn e esta é a Emma.
- Nós já sabemos. - Informou o Liam.
- Ai sim? – Perguntei, virando-me para a Emma.
- Apresentámo-nos à pouco, antes de acordares.
Passamos o resto da tarde lá em casa, a falar, a conhecer-nos melhor. Eu e o Zayn estávamos só aos olhares um ao outro, o que foi estranho.
- Querem vir jantar lá a casa? – Propôs o Liam, a certa altura.
- Bem...
- Sim, claro. – Respondeu a Emma. – Mas, hoje?
- Sim. - Respondeu ele.  
- Ok. Só precisamos de tomar um banho e mudar de roupa.
- Claros, não se preocupem. – Disse o Liam. – Nós ainda vamos fazer o jantar, por isso.
- Quando estiverem despachadas vão lá ter, moramos mesmo aqui ao lado. – Informou o Zayn.
Até fiquei admirada. O Zayn nunca foi muito sociável, apesar de ser o mais giro da escola, nunca foi muito popular, só entre as raparigas, vá.
- Hei! E eu não tenho poder de decisão, não? – Barafustei.
- Desculpa. Podes falar. – Murmurou o Zayn, sorrindo.
- Desculpem, mas eu vou recusar o vosso convite, não estou com grande espírito para festas.
- Oh! Não é festa nenhuma, é só um jantar. – Assegurou o Liam.
- Anda lá, vai ser divertido. – Garantiu a Emma.
Começaram todos a suplicar para eu ir, incluindo o Zayn. Lá tive de aceitar, não é, senão morria ali, derretida. E sim, por causa do Zayn.
- Yei! – Fizeram uma grande festa.
Enfim, eles foram para a casa ao lado fazer o jantar, enquanto nós mudávamos de roupa.
- Eles são muito simpáticos, não achas? – Perguntou a Emma.
- Sim. – Respondi.
- Tu e o Zayn estiveram sempre aos olhares…
- Pronto, já sabia. Emma, põe isto na tua cabeça: não vai haver nada entre mim e o Zayn, nada.
- Não foi o que pareceu, mas pronto.
Mandei-lhe um olhar “matador”.
- Ok, já percebi. – E correu escada a cima.
Fui atrás dela.
- Estavas a falar de mim, mas eu também vi os teus olhares com o Harry.
- Oh! Ele é que estava a olhar para mim. Parecia que me queria comer.
Ri-me.
- E se calhar até queria, e tu também queres, admite lá.
- Cala-te. – Disse ela, mandando-me uma almofada.
- Ah! Agora não gostas, não é? – Disse eu, rindo-me e mandando-lhe a almofada de volta.
Fui para o meu quarto tomar um banho. Depois, vesti umas calças de ganga  e uma blusa roxa, de malha e os meus ténis pretos.
Fui ver se a Emma já estava pronta.
- Emma! – Bati á porta. – Já estás pronta?
- Quase. – Ouviu-se ela dizer, do outro lado da porta.
- Eu estou lá em baixo á tua espera.
- Ok.
Fui para a sala, e sentei-me no sofá…a pensar…a pensar no que aconteceu durante o dia inteiro. Primeiro, matamos dois coelhos de uma cajadada só, arranjando trabalho e um sitio onde ficar; a seguir, foi voltar a ver o Zayn, o que me fez sentir…diferente; depois, bem, depois foi reencontrar o Tom, um amor de infância à muito esquecido. E será que voltou? Perguntam vocês. Realmente não sei, ainda é muito cedo para saber, o tempo o dirá; e por último, conheci os amigos do Zayn que constituem os One Direction.
- Cat! Cat! Estás a ouvir-me? Cat! – Dizia a Emma, interrompendo os meus pensamentos.
- Hã! – “Acordei”.
- Vamos?
- Ah! Sim, vamos.
Lá fomos. Tocamos á campainha. Quem nos veio abrir a porta foi o Louis.
- Olá carrots! Entrem.
Nós sorrimos e entrámos.
- Hum! Que cheirinho. O que é o jantar? – Perguntei.
- Vai ver. – Disse o Harry, da sala.
- Ficas bem? – Perguntei á Emma.
- Catelyn! Fica descansada que ninguém a vai comer. – Disse o Harry.
Eu ri-me.
Segui aquele cheirinho e fui dar à cozinha. Estava lá o Zayn. Ainda pensei se me aproximava ou não. Decidi aproximar-me.
- Ahm! Olá! – Disse eu, a medo.
- Oh! Olá Catelyn! – Disse ele, sorrindo.
- Não sabia que sabias cozinhar.
- Pois, há muita coisa que ainda não sabes.
- “Ainda”? Como assim?
- Há coisas que podes passar a saber, é só quereres.
“Uau, bela resposta”, pensei.
- Ahm! – Ok, ele deixou-me sem palavras. – O que é o jantar? – Perguntei, mudando de assunto.
- Bifinhos com cogumelos. Prova. – Respondeu-me, tentando dar-me uma colher de molho à boca, e incentivando-me a aproximar.
Lá me aproximei e ele deu-me a colher á boca.
Todo o tempo que estive com a colher na boca, nós olhávamo-nos nos olhos. Foi um olhar intenso e, pelo menos para ele, com algum significado.
- Então? – Perguntou-me.
- Hum! Está muito bom.
- Então, posso servir o jantar?
- Hum… Sim, acho que sim.
- Ok, então podes ajudar-me a pôr a mesa? – Perguntou-me, sorrindo.
- Sim, claro. – Respondi, sorrindo também.
- Então vamos. Leva essa toalha e os talheres, por favor! – Pediu-me.
Agarrei mas coisas que ele me disse e segui-o até uma sala de jantar. Pusemos a mesa num instante, fruto de um trabalho de equipa.
- Vou chamar os outros. – Avisei.
- E eu vou buscar o jantar.
- Então, até já! – Dissemos, ao mesmo tempo.
Demos uma gargalhada meio nervosa, sorrimos e fomos fazer o que nos competia.
Na sala, estava tudo muito divertido, a jogar playstation, a Emma e o Harry estavam entretidos a conversar e aos sorrisinhos. Tão fofos!
Ainda fiquei parada, á entrada da sala, durante uns minutos, quando o Nial reparou em mim.
- Então? O jantar já está feito? – Quis saber ele. – Estou cheio de fome.
- Até me admirava se não estivesses. – Atirou o Liam.
- Sim, Nial, já está feito, por isso é que eu vim aqui.
- Boa, boa! – Dizia ele, correndo para a sala de jantar.
- Ele é sempre assim? – Pergunta a Emma.
- É, por isso é melhor começares a habituar-te. – Respondeu-lhe o Harry.
Fomos sentar-nos á mesa.
- Ora aqui está! – disse o Zayn, pondo as travessas na mesa. – Espero que esteja ao vosso gosto. – Olhou para mim, sorrindo. Devolvi o sorriso e baixei a cabeça, envergonhada.
Foi um jantar bastante animado, com as brincadeiras do Louis, com as parvoíces perversas do Harry…
Acabamos de jantar. Eles foram todos para a sala. Eu também ia, mas…
- Cat! – Chamaram-me.
Voltei-me. Encontrei o Zayn, com pratos na mão.
- Queres ajudar-me? – Perguntou-me, inclinando a cabeça para o lado e a levantar os pratos que tinha na mão.
- Ahm! Claro. – Aceitei, sorrindo.
Ajudei-o a levantar a mesa e a lavar a louça. Ele a lavar e eu a limpar, os dois lado a lado, calados.
- Cat! – Chama-me o Zayn, a uma certa altura.
- Diz. – Disse eu, virando-me para ele.
Assim que viro a cara para ele, levo com uma mão de espuma na cara.
- Ah! Já vais ver! – Dizendo isto, pego num pouco de espuma e esfrego-lha na cara.
E pronto, começámos a brincar e a rir. O chão da cozinha já estava cheio de espuma e como tenho muita sorte, escorreguei e só não cai com o rabo no chão porque…bem, porque o Zayn agarrou-me nas mãos e puxou-me para ele, o que nos fez ficar super próximos. Sentia a respiração pesada dele na minha face e o seu coração a bater contra o meu peito. Já estávamos a milímetros de nos beijarmos quando… 

Então??  O que acharam?? 
Sim, este deve ser um pouco maior que os outros, mas penso que há pessoas aqui que gostam disso ^^

2 comentários: